Telefone

(51) 3366.7964

Torre de Controle logístico: para que serve e quais vantagens de adotar esse método

10/03/2022

A Torre de Controle é uma ferramenta que auxilia muito a otimizar os processos logísticos e tomadas de decisão de uma empresa. No entanto, muitas empresas ainda não conhecem ou não aplicam essa funcionalidade no seu dia a dia. Por isso, vamos explicar exatamente o que e quais as vantagens de usar essa ferramenta.

 

Claro, se você ficar com alguma dúvida ou quiser mais detalhes, pode entrar em contato com nosso departamento comercial e solicitar uma demonstração.

 

O que é a Torre de Controle?

A Torre de Controle é um módulo de gestão em tempo real - uma central que agrupa todos os dados importantes para gerenciar a operação logística do seu negócio.

 

No Simfrete, por exemplo, estas informações podem ser configuradas conforme a necessidade do usuário ou de maneira pré-definida, caso você prefira, e são exibidas em uma dashboard de fácil leitura.

 

Você pode tanto configurar para ver aquilo que mais demanda atenção e melhoria no seu processo, quanto ter à disposição uma visão geral do seu processo todo, o que contribui para:

  • planejar as demandas

  • controlar o tempo e o custo de cada atividade

  • acompanhar todas as etapas em tempo real

  • visualizar diversos indicadores da operação

  • resolver rapidamente eventuais problemas (como atrasos e devoluções)

  • acompanhar a aderência do processo pelo time

 

Ou seja, a Torre de Controle é uma ferramenta B.I. que monitora todo o seu processo e agrega dados e informações relevantes.

 

Agora que você sabe para que serve uma Torre de Controle, vamos falar das reais vantagens de usar esse método:

 

7 vantagens ao usar a Torre de Controle

Para que uma empresa continue crescendo, é preciso que ela se mantenha competitiva no mercado. Para isso, não basta ter um bom comercial, ativo nas vendas, mas é preciso proporcionar uma boa experiência de compras para o consumidor - o que envolve um processo logístico eficiente. A Torre de Controle auxilia - e muito - nessa otimização.

 

  • Monitoramento em tempo real

Saber em tempo real o status das entregas permite à equipe resolver diversos problemas de maneira mais rápida, além de possibilitar manter o cliente informado sobre o paradeiro do seu pedido - o que gera mais confiança e bom relacionamento com os clientes.

 

  • Redução de custos operacionais

Administrar rotas, ocorrências, transportadoras parceiras mais contratadas, acompanhamento de pátios e docas, coletas, entregas e tempo ocioso são alguns dos pontos que mais impactam nos custos operacionais de um processo logístico. Ao ter acesso aos indicadores, as decisões são mais assertivas e o processo pode ser melhor otimizado.

 

  • Aumento de produtividade

A Torre de Controle proporciona aos embarcadores a capacidade de prever problemas e identificar as ações a serem tomadas para corrigi-los o mais rápido possível, muitas vezes antes que eles tenham algum impacto para o consumidor.

 

  • Indicadores internos

Definir e conhecer seus indicadores internos é o que permite avaliar se as estratégias atuais e ações tomadas estão tendo os resultados esperados ou se é preciso interferir, e em qual parte do processo essas mudanças são necessárias. É a partir desses indicadores que é possível medir os índices de sucesso.

 

  • Maior controle dos prestadores de serviço

É possível ter indicadores que apontem os resultados dos prestadores de serviços parceiros, permitindo analisar quais são os prestadores com maior nível de sucesso e quais estão prejudicando a qualidade do seu processo. Assim é possível reduzir ou até eliminar o número de vezes de contratação de um prestador que não está atingindo as expectativas, evitando inclusive problemas em cascata no processo logístico.

 

  • Padronização

Tendo os dados em mão, é possível determinar quais os problemas que ocorrem com maior frequência e criar rotinas padrões para resolvê-los. Desse modo, a equipe sabe exatamente qual o passo a passo a ser tomado sempre que o problema surgir novamente, agilizando o processo e melhorando o relacionamento com o cliente, por exemplo. Na prática, são muitas as situações cotidianas de uma operação logística que podem ser padronizadas e otimizadas.

 

  • Programação e planejamento

Projetar melhorias na empresa, planejar processos, projetar faturamento e investimentos, são algumas das preocupações dos gestores, com o foco em manter a empresa competitiva no mercado. Para isso, tomar decisões com base em dados atuais e passados é fundamental, pois assim será possível projetar o futuro tendo como base a situação anterior e atual, e os resultados das decisões tomadas em cada etapa, mensurando o sucesso de cada decisão e corrigindo o curso, sempre que necessário.

 

Vale ressaltar que a Torre de Controle é diferente de uma central de monitoramento, pois suas atribuições são mais completas.

 

Ficou com alguma dúvida sobre como implantar uma Torre de Controle na sua operação? Entre em contato com nosso departamento comercial e saiba mais.

Av. Montreal, 376 - Jd. Lindóia - Porto Alegre/RS CEP: 91050-310